Devastados pela Morte – Max Lucado

Deus é bom. Temos de começar por aqui. Embora não compreendamos Suas ações, podemos confiar em Seu coração.

Deus só faz o que é bom, mas como pode a morte ser boa? Alguns enlutados não fazem esta pergunta. Quando a quantidade de anos superou a qualidade de anos. Não se pergunta como a morte pode ser boa.

Porém, o pai de um adolescente morto faz. A viúva de um jovem soldado faz. Os pais de um garoto de sete anos de idade fazem. Como poderia a morte poderia ser boa?

Parte da resposta pode ser encontrada em Isaías 57:1-2: “O justo perece, e ninguém pondera sobre isso em seu coração; homens piedosos são tirados, e ninguém entende que os justos são tirados para serem poupados do mal. Aqueles que andam retamente entrarão na paz; acharão descanso na morte”. (NVI).

A morte é uma maneira de Deus afastar as pessoas do mal. De que tipo de mal? Uma doença prolongada? Um vício? A temporada de sombras da rebelião? Não sabemos. Todavia, sabemos que nenhuma pessoa vive um dia a mais ou a menos do que Deus quer. “Todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir”. Salmos 139:16 (NVI)

Mas seus dias aqui foram tão poucos. . .

Sua vida foi tão breve. . .

Para nós, parece desta forma. Falamos que a vida é curta, mas em comparação com a eternidade, quem tem uma vida longa? Um dia de uma pessoa na Terra pode parecer como uma gota no oceano. Os seus e os meus  podem parecer uma ínfima porção de água. E ainda, se comparado ao Oceano Pacífico da eternidade, os anos de Matusalém não enchem mais do que um copo. Tiago não estava falando apenas aos jovens, quando disse: “Vocês são como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa”. Tiago 4:14 (NVI)

Nos planos de Deus cada vida é longo o suficiente e cada morte é oportuna. E mesmo que você e eu desejássemos uma vida mais longa, Deus sabe melhor.

E isso é importante. Ainda que nós pudéssemos querer uma vida mais longa para nossos entes queridos, eles não. Ironicamente, o primeiro a aceitar a decisão de Deus sobre a morte é aquele que morre.

Enquanto estamos meneando a cabeça em descrença, eles estão levantando as mãos em adoração. Enquanto estamos de luto em um túmulo, estão maravilhados com o céu. Enquanto estamos questionando Deus, eles estão louvando a Deus.

Traduzido por Eduardo Pontes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s