Avivamento e Dinheiro? | Ray Ortlund

john-singleton-copley-the-tribute-money-84299“Assim, se vocês não forem dignos de confiança em lidar com as riquezas deste mundo ímpio, quem confiará as verdadeiras riquezas a vocês?”  (Lc 16:11)

Estamos acostumados com a mensagem bíblica de que devemos confiar em Deus. Porém, aqui a mensagem é outra – menor -, mas ainda assim importante: Deus confiaria em nós?

Se não somos fiéis (pistoi) com o dinheiro, que é injusto e não vale muito, quem vai confiar (pisteusei) a nós a verdadeira riqueza e poder espiritual? Em outras palavras, se não podemos lidar com coisas baratas com sabedoria, por que Deus colocaria coisas muito mais preciosas em nossas mãos?

Pergunto-me se temos visto a ligação destes dois pontos: nossas orações por avivamento e nosso uso do dinheiro. Não podemos comprar o poder do Espírito Santo (Atos 8: 18-20). Porém, como usamos nosso dinheiro é um indicador, à vista de Deus, da nossa maturidade, sabedoria, prontidão e lealdade com coisas maiores, como o avivamento.

“As verdadeiras riquezas” [de Lucas 16:11], obviamente, não têm nada a ver com dinheiro. Ter poder espiritual para ajudar a vencer o caráter terrível do mundo pós-cristão – isso é verdadeira riqueza. A igreja está constantemente dizendo: “Onde está o nosso poder?” A afirmação de Jesus aqui nos dá pelo menos uma parte da resposta. Temos de usar o nosso dinheiro com vistas àquilo que conta na eternidade. Se uma criança não pode pegar o dinheiro de seu pai, ir até a loja, comprar o que é pedido e voltar para casa com o troco, não faz sentido para o pai aumentar sua mesada. Então, visto que… o dinheiro que manejamos não é a nosso, se não o levamos sob o Senhorio de Cristo, não receberemos a riqueza maior do poder espiritual.

Francis A. Schaeffer, “Vidas dos Montes de Cinzas”, em Não Há Gente Sem Importância (Cultura Cristã, 2009), página 199.

Neste momento de nossa geração, podemos ser dignos de confiança dos poderes gloriosos de um avivamento?

Deus nos avalia não só por ouvir como oramos e imploramos, mas também olhando como gastamos e utilizamos nosso dinheiro.

Tradução Eduardo Pontes | Verdadeira Espiritualidade. Original aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s